terça-feira, 12 de junho de 2018

2 anos e meio depois de viver nesta casa...

Desde que voltei a viver sozinha que esta casa ficou outra vez vazia. Eu sendo arquiteta devia ter uma especial aptidão para decorar a casa, e até acho que tenho, mas, em casa de ferreiro, espeto de pau...
Como isto ficou tipo faroeste, com novelos de cotão a voar pelo corredores, prometi a mim mesma que ia gastar uns trocos para decorar, pelo menos a sala.

Primeiro comprei um candeeiro de pé, que sempre quis... procurei novos e procurei no olx. E  encontrei um que gostei muito no olx, a um bom preço. Comprei. A base é em pedra... e eu, mulher moderna que sou, carreguei-a sozinha, debaixo de chuva, do carro à sala... achei que me ia cair em cima de um pé e se ia partir toda, mas num ato de fé, e com todas as minhas forças consegui trazê-la para cima. O candeeiro ficou mesmo como eu imaginava, mas agora faltava o resto.

Tinha duas orquídeas no chão da sala, encostadas à janela para apanharem luz. Depois de muito pesquisar decidi que ia comprar uma mesinha do ikea, amarela, para colocar os vasos. A minha sala já tem apontamentos de amarelo, portanto decidi continuar a "cena".

Da última vez que fui ao ikea comprei, finalmente, um candeeiro para o teto do meu quarto. Na verdade estou há mais de 5 meses sem luz no teto... não sei como consigo, mas já me habituei a chegar à noite e acender a luz da casa de banho para me arranjar para ir pra cama. Ridículo, eu sei. 
O pior é que comprei o abajour e não percebi que aquela porra não trazia o fio nem o casquilho... resultado: tenho de lá voltar para comprar o que falta. Mais um mês, portanto.

Além do candeeiro comprei as prateleiras que queria para colocar por cima das orquídeas.
Na semana passada veio cá o meu homem dos 7 ofícios, aka Peter Pan, colocar as prateleiras em troca de um risoto. As prateleiras ficaram um espanto. Bebemos duas garrafas de muralhas, mas o homem foi para casa na paz do senhor. Nada de alarmismos, ok?? Uma mulher sozinha tem que ter o amigo da bricolage, o eletricista, o companheiro, o entertainer, o dos copos... a vida é mesmo assim. 

Ainda não imprimi os quadros que quero por nas prateleiras, logo, roubei um pouco ao resto da sala para compor o canto. E adorei o resultado. Agora falta-me trazer a máquina de escrever antiga que tenho no norte, para por na estante dos livros. Acho que vai ficar mesmo bem.



Gostam? 
Também são como eu e deixaram a casa em branco mais de 2 anos? 
Ou decoraram logo tudo de uma vez?

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Uma semana (e pouco) na minha vida corrida

Sábado 26
Brunch com a Ana no Zénith Lisboa
Jantar com amigas
Ir para casa e voltar a sair para ir ter com outros amigos
Beber mais um copo no cais
Estar na fila do Lux, meia hora, e desistir porque já eram 5h da manhã...



Domingo 27
Brunch na padaria portuguesa
Esplanada na Avenida da Liberdade para uma cerveja
Um gelado em Santos na Davvero
Vir a casa trocar de roupa e jantar sushi
Ir a uma festa no mercado da ribeira
Chegar ao Lux às 00:15h e já não me deixarem entrar porque fechava à 1h...

Segunda 28
Manhã em Cascais a trabalho
Almoço no Ikea e aproveitar para comprar umas coisas que precisava
Tarde normal de trabalho.

Terça 29
Trabalho
Ginásio
Comer marmita no bar
Ir à feira do livro e dormir na casa da sócia, porque de manhã tínhamos reunião lá perto.



Quarta 30
8:30 na Penha de França para ver um projeto novo
Trabalhar até às 20h
Ir ao Alegro fazer comandos da garagem
Ir ao Colombo porque no Alegro não deu. Jantar lá
Trabalhar, fazer a mala e deitar às 3h 



Quinta 31
Apanhar o comboio das 9:30, chegar ao Porto para o almoço
Preparar a reunião da tarde (feriado), que só acabou às 19h
Jantar com a minha amiga Inês



Sexta 1
Acordar e ir comer umas panquecas. Aqui. Aprovado!
Apanhar o autocarro das 12:30 
Chegar a Lisboa e ir a casa buscar a mochila do ginásio
Treinar. Tomar banho e correr para um jantar.
Sair para beber uns copos.




Sábado 2
Dormir de manhã
Ir ao supermercado depois de almoço
Fazer vida de dona de casa onde se incluiu arrumar, lavar roupa, estender...

Domingo 3
Acordar e fazer a depilação. 
Ir correr 5km a Belém.
Trabalhar toda a tarde.




As minha semana devia ter mais dias, ou o meus dias mais horas.
Desconfio é que arranjava mais coisas para encaixar nesses tempos e era tudo igual.
Não sei se é por estarmos a chegar ao verão, mas de repente há convites para tudo e mais alguma coisa... E os santos estão a chegar!!