quinta-feira, 20 de março de 2014

Do civismo

Queria fazer um post bonito, mas tenho de contar uma coisa que me aconteceu.

Fui ao mini preço e vi um rapaz a roubar folhados.
Ele viu que eu o vi as meter as coisas ao bolso. 
Ponderei "digo a alguém ou não?" - olhei para o aspeto. Meio gringo, puto novo, argolas nas orelhas e boné de pala dura. Não me pareceu ser por necessidade (mas quem sabe...).

Deu a volta e voltou à secção da padaria. Mais uma embalagem...
Mal passei por um empregado disse-lhe.
Quando cheguei à caixa estavam a "apanhar" outro man a roubar, de chapéu também.
Fiz sinal ao empregado a dizer que não era aquele, que estava enganado.

"O outro já falei com ele e deixou as coisas. Este é outro..."
Este segundo estava a roubar vinho do mais caro. Mas estava podre de bêbedo e deu nas vistas...


Paguei as coisas e vim o caminho todo a olhar para trás, cheia de cagufa que o gajo viesse atrás de mim...

O meu housemate diz que fui bufa.
Mas pra mim é uma questão de civismo.

E esta? Fantástico.

8 comentários:

disse...

Eu acho que fizeste bem! Mas sim, creio que a probabilidade do tipo te fazer uma "espera" existia, lolol

Sem Jeito Nenhum Blog

Jo disse...

Acho que fizeste muito bem! Mas compreendo que, depois disso, tenhas tido algum medo do que poderia acontecer... também teria!

t disse...

eu faria o mesmo. compactuar com as situações não pode ser. mesmo por necessidade antes pedir ajuda que roubar.
***

Dora disse...

Uma coisa é umas pastilhasitas ou qualquer coisa sem importância. Agora gamar à grande enquanto nós temos de pagar, é que não. Fizeste muito bem.

Marta disse...

Eu já tenho visto mas se querer que te diga a verdade não digo nada a ninguém. Os supermercados têm câmaras e seguranças para fazerem esse trabalho. Não estou para me meter com essa gente. Quem rouba não é boa rés, o melhor é ter cuidado.

A Chata disse...

Eu faria o mesmo. Não é ser bufa, é ser correcta.

Catarina F disse...

Que situação :o A meu ver acho que fizeste bem em "denunciar" :)

raparigamoderna disse...

Loool estes casos sao sempre complicados. O que se ve mais e roubos nas lojas.