terça-feira, 3 de setembro de 2013

Conversas ao telemóvel

Vinha hoje de manhã no autocarro, para o trabalho. Entra uma rapariga a falar ao telemóvel, alto, com um aspeto assim-assim. Vinha a falar com uma amiga e claro que não consegui deixar de ouvir a conversa.


"... Ele compra jornais todos os dias, já viste o dinheiro que gasta? Para ler e depois deitar fora? É um desperdício de dinheiro, se formos a ver bem. Eu recebi e comprei umas sandálias cor de laranja, vi-as e gostei logo delas, prontos...

... nunca vi pessoas como os meus pais. Eles recebem e já estão a dizer que não têm dinheiro. Eu recebi, paguei logo 40€ que devia ao meu irmão, 20€ à minha mãe e 30€ ao meu pai...

...Saí do trabalho (pensava eu que vivia do subsídio de inserção, menos mal), fui a casa, vesti a minha filha (ainda há uma filha) e fui às compras. Comprei iogurtes, comprei fraldas, comprei atum, que eu gosto muito de massa com atum no dia seguinte. Comprei um perfume para mim e outro para a minha filha. E as sandálias. E prontos, comprei tabaco e fui ao café. E não ando a dizer que não tenho dinheiro. Ainda devo ter 45€... (wtf???? Hoje é dia 3... 45€ para o fim do mês??) 

...Queria comprar farinha, que só tenho meio pacote em casa, mas a minha irmã ainda me deve 20€. Já lhe pedi, mas ela disse que ainda não tinha recebido. Hoje vou-lhe pedir outra vez. E ainda tenho de receber do pai da minha filha... 

...Este mês mandei msg à minha outra irmã a pedir dinheiro. Nem me respondeu. Há-de precisar que não lhe vou emprestar..."


E a conversa continuou alegre e eu tive que sair. 
Há pessoas sem noção. Mal ganham dinheiro gastam tudo. Não sabem poupar nem gerir. Podiam ganhar mais dinheiro, iam ser sempre pobres. Tem filhos, tem vícios e gastos desnecessários, tinha unhas de gel a senhora... Há coisas que nunca vou compreender. É uma questão de educação, de objetivos e espírito. 
Para mim é pobreza de espírito.
E é triste.

8 comentários:

disse...

Realmente... que conversa surreal :S

Anónimo disse...

ahaha ha pessoal que nao tem noçao.

Paulinha

Clementine disse...

Nunca entendi porque as pessoas adoram falar dessas coisas ao telefone, em voz alta, em sítios públicos...*

Moa disse...

Sem comentários!

béu disse...

Estou mesmo a imaginar a minha cara de chocada e nada discreta se tivesse sido eu a ouvir esta conversa...!

Jo disse...

Não podia estar mais de acordo contigo mesmo... É uma questão de educação sim senhora. O exemplo em casa vale ouro...!! Há coisas que eu realmente também nunca vou perceber...

Ana Rita Moreira disse...

Esse é o grande problema do nosso país! Gasta-se mais daquilo que se tem!!

R de Rita

Anónimo disse...

Tens a certeza que a senhora em questão não pertencia aos gang dos cotas?