sábado, 7 de julho de 2012

Friends with(out) benefits

Sempre me dei bem com rapazes, sempre gostei de ter amigos com quem pudesse falar de tudo. Tudo mesmo. No entanto, desde que fui para Lisboa, e estava com o meu namorado de então, deixei de ter estes amigos tão próximos.

A verdade é que, agora, noto uma dificuldade brutal em fazer amigos rapazes. A mim, até me parece uma coisa bastante simples, mas na realidade, não é. Eu sei que sou bonitinha e simpática, por dizê-lo não me considero convencida, e acho que isso dificulta imenso esta relação de amizade com os rapazes.
A ideia (e não é só ideia) com que fico é que os senhores ficam sempre à espera de algo mais. E isso é imensamente chato!! Ter que fugir de mansinho de algumas situações, dar a entender que não quero nada, ou dizê-lo mesmo. É chato e eu detesto. E quando percebem que não vai acontecer mais nada que a amizade, as coisas mudam.

Aconteceu-me no último mês com 2 rapazes que já conheço há anos. E detesto a situação.

Mesmo assim, tenho um bom amigo em Lisboa, com quem posso desabafar, contar-lhe tudo e ele a mim. Não o vejo tantas vezes como gostava (que ele agora está a trabalhar fora de Lx) mas conseguimos fazer programas divertidos e com nada mais para além da amizade.
Na 5ª feira passada, foi buscar-me ao trabalho. Íamos ao santini comer um gelado, mas acabamos por ir às docas, para uma esplanada frente ao rio, beber imperiais e comer tostas. Mal começou a arrefecer fomos para o bairro, comer moelas e beber imperiais para a Casa da Índia. Saímos e ainda fomos ao largo de Camões beber uma ginginha. Tudo isto nomeio de gargalhadas e desabafos, sobre relações fracassadas e novas pessoas que foram surgindo na vida de cada um.
Ao chegar a minha casa, ele deu por falta dos óculos de sol. Voltámos à Casa da Índia, e ao contrário do que eu esperava, as "japonas" que estavam ao nosso lado tinham-nos entregado ao empregado.
Mais uma imperial pra comemorar. Eram 22.30 e estava morta, que a noite anterior tinha sido curtinha.


A verdade, é que eu e o D., quando há um ano nos conhecemos melhor tivemos uma "cena". Tínhamos, ambos, saídos de relações longas e foi um escape. Não durou muito, não era o que nenhum de nós queria. Mas o resultado disso, não podia ter sido melhor!

5 comentários:

t disse...

sei bem o que isso é. parece estranho. pensava que era só eu, não estás sozinha nessa estranheza de relações! e é facto que estou perita em cortar coisas que nada têm a ver. como uma amiga minha disse: não há gajos que queiram só tomar um café e depois logo se vê! agora é ou se vê ou nada.
***

Olhó Mau Feitio disse...

Também sempre tive amigos rapazes mas sem beneficio nenhum :p

cycle disse...

Homens à parte, eu já comia esses dois docinhos aí de cima :))))

Palco do tempo disse...

é uma situação realmente desagradável :/
boa semana :)

Cidchen disse...

Como te percebo, também me acontece. E é tão bom ter amizades dessas, com rapazes!