domingo, 27 de maio de 2012

Resumo de Sexta à noite

-Saio do trabalho e vou ao ginásio. Vou pra lá arrastar-me, pois estou cansada.
-Janto, comidinha leve, em casa, e de seguida sofá, manta e CSI.
-Às 23.30 vem o pessoal de casa, desafia-me pra ir "só" ao bairro beber um copo.
-A muito custo levanto-me, visto um casaco e ponho rimel e batom vermelho (tem feito sucesso) .
-Bebo uma amêndoa amarga, um fino, vulgo, imperial, dois, três...
-Aparecem uns conhecidos que costumam pairar no mesmo spot que nós.
-Fico a falar com eles, desafiam-me pra ir a uma festa.
-Meu pessoal desce pró Cais do Sodré, eu fico com a outra malta.
-Um shot.
-Xixi, e agora? Não sei como, mas alguém tem as chaves da loja da Fátima Lopes.Entramos todos... xixi .
-Saio do wc.
-O pessoal todo a snifar no balcão da loja.
-Não me surpreende. Ninguém pergunta se quero. Ótimo. Não é a minha cena.
-Pergunto se é coca. Não é. É qualquer coisa só pra dar power.
-Venho a casa buscar o cartão (costumo deixar em casa quando não quero sair até tarde e quase sempre resulta)
-Pelo caminho mais um shot. Alguém é conhecido num bar aqui ao lado de casa.
-Descemos ao Cais. Afinal a festa é no sábado. Mudança de planos.
-Vamos a um bar, em Santos, que não me lembro do nome. Mais uma imperial.
-Mudamos de bar, agora o Loung. Xixi.
-Snifadela em cima do telemóvel. Eu não, claro.
-5.10h, vamos para a praça de S. Paulo fazer tempo, porque o Europa só abre às 6h? ou 6.30h?
-Compramos cerveja num bar de africanos, único aberto na zona.
-Compramos mais uma a um gajo que apareceu de mochila às costas cheia delas.
-6.30h Europa. Falo espanhol pelo caminho, que saudades. Espanhóis do sul.
-Europa. Ambiente pesado, música pesada, mas eu gosto.Uma vodka.
-Não tenho relógio, quando pergunto as horas são 9.30.
-Um gajo ao meu lado convida-me pra beber. Tem bom aspecto. Bora lá. Imperial.
-Fico à conversa. 
-Resolvo ir embora. Aviso. Ele traz-me, a pé, claro.
-Chegamos ao Camões. Está um sol terrível. Sinto-me cansadíssima.
-Sentamo-nos num banco ao sol. Estou a destilar.
-Chego a casa, sentamo-nos no passeio frente à porta. São 11h.
-Entro em casa. Empregadas a limpar.
-Ponho a conversa em dia com um dos rapazes que já está a pé.
-Vou dormir, apenas 4h, porque não consigo dormir de dia.
-Ressaca gigantesca todo o dia.


As coisas mais interessantes, diferentes e alternativas acontecem quando nada está planeado. Gostei. Faz-me bem estar com pessoas diferentes. Ver coisas diferentes. Ir a sítios diferentes e sair da rotina. Ainda que no dia seguinte não seja tão bom. Afinal ainda aguento grandes noites. E não snifo.

7 comentários:

Diogo Marques disse...

Bem...isso é que foi digamos uma noite fora do vulgar!

Mas sim, na grande maioria das vezes, é sempre quando menos esperamos que as coisas acontecem, e geralmente são as boas. Quando as oportunidades aparecem há( :D ) que saber aproveita-las, sempre claro com os pés assentes na terra.

Ao ler as tuas palavras parecia mesmo que estáva lá, pois ia imaginando visualmente! Tens muito jeito :)

E já agora...realmente, quem é que tem as chaves da loja da Fátima Lopes :D

abspinola disse...

hehehehe... grande farra, assim é que é, valente!
Bem como eu tenho saudades dessas farras.
Um dia deste vou fazer...
Custa mas na hora sabe bem.
Bjstos
As melhoras da RESSACA

Ben disse...

Se eu já gostava de ti, agora gosto mais.
Só uma miúda com tomates à seria para assumir uma grande noite.
Mas mais do que assumir uma grande noite não te deixas levar por coisas que "parecem" grandes aos olhos dos outros,(snifadelas e afins). Nada contra quem o faz, apenas acho que ao natural é bem melhor.
Quanto à ressaca do dia seguinte... é o preço a pagar por seres feliz :)

Inês Menezes disse...

Nunca tive uma noite que acabasse tão tarde! Mas sei bem o que é isso de pensar que vou só "dar uma volta" e quando dou por mim estou a chegar a casa às 6h/7h da manhã...com uma ajudinha do alcool claro, o problema é que fico como tu: xixi, xixi, xixi!
Também prefiro as noites não planeadas ;)

Olhó Mau Feitio disse...

que grande noite :)

Joana disse...

grande noite, histoiria engraçada :) beijos

Joana,
http://joanablogmode.blogspot.fr

MC- Maria Capaz disse...

Gosto disso, tudo sabe melhor quando não está programado :)