quarta-feira, 21 de março de 2012

Raparigas do Norte

As raparigas do Norte, na definição de Miguel Esteves Cardoso:

''As raparigas do Norte têm belezas perigosas, olhos impossíveis. Têm o ar de quem pertence a si própria. Andam de mãos nas ancas. Olham de frente. Pensam em tudo e dizem tudo o que pensam. Confiam, mas não dão confiança. Acho-as verdadeiras. Acredito nelas. Gosto da vergonha delas, da maneira como coram quando se lhes fala e da maneira como podem puxar de um estalo ou de uma panela, quando se lhes falta ao respeito. São mulheres que possuem; são mulheres que pertencem. As mulheres do Norte deveriam mandar neste país. Têm o ar de que sabem o que estão a fazer." 


Não podia deixar de partilhar esta bela definição.

4 comentários:

aQ disse...

Não podia estar mais de acordo!!

abspinola disse...

Sou do Sul, mas concordo em pleno.
A mulher do Norte tem outra garra.
Diferente outra forma de ver e sentir as coisas da vida e dizem o que tem a dizer logo de frente.
Tenho costela minhota e sei do que falo.
Adoro as pessoas do norte.
Bjstos

MM disse...

Gostei muito!

Vera disse...

Conheces o texto completo? É fantástico. :) E eu assumo-me uma mulher do Norte com muito orgulho carago! :D