quarta-feira, 7 de março de 2018

Que eu era bombástica já sabia, mas não tanto...

Ontem voltei a falar de cancro.
Voltei a ter consulta de genética com a minha família.
Desde esta última vez, já lá tinha voltado para receber a notícia de que não tinha apenas a mutação no BRCA1, mas mais 3, três gente! [estou rica carago] que são: ATM (mama), BRIP1 (ovário) e MUTYH. 

Achávamos que viria tudo do lado do meu pai, até porque na família materna não há nenhum caso de doença. Pois, que achávamos mal e herdei o BRCA1 do meu pai e as restantes 3 da minha mãe.
Estão a ver uma mistura explosiva?
Sou eu!
Se calhar devia jogar no totoloto. Se acertasse em 4 números era bem bom!

Ou seja, descobrimos que a minha mãe também tem 80% de hipóteses de vir a ter cancro (uma vez que já passou os 40 anos) e acho que nem ela atingiu "a coisa". Acho que foi um choque tão grande que chegou ao fim da consulta e não tinha ouvido metade do que a médica disse. Tivemos de lhe fazer um resumo. Ou seja, tal como eu, também ela tem de ponderar uma mastectomia bilateral profilática (trocando por miúdos: por prevenção).
Imagino que para uma pessoa não doente seja muito difícil decidir entrar em cirurgias de remoção...

As duas primas do meu pai saíram ilesas dos testes, ao passo que a minha irmã teve a sorte [será que posso chamar sorte?] de ficar apenas com o BRCA1.


Passei o dia fora de casa. Ao final da tarde quando cheguei ao ginásio até a planta dos pés me doía. Foi um dia de exaustão, mas precisava aliviar a cabeça.
Dei duas de tretas com o pessoal do ginásio, fizeram-me largar umas gargalhadas.
Cheguei a casa e ainda tinha de fazer um mail para a família materna, a explicar a situação.
Abri um vinho e escrevi. Tudo tão difícil de explicar!

Deitei-me e adormeci instantaneamente por causa do vinho.
Eram 3h e estava acordada. Insónias, essas p*tas minhas amigas. 


Literalmente isto.

10 comentários:

Dona de Casa disse...

Shit happens but the rainbow will always shine, força miúda...

Anónimo disse...

Por vezes as palavras não chegam!!! um beijo imenso
PB

Eva Luna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eva Luna disse...

Fuck!
Eu ainda no ano passado fiz um teste genético para uma doença e deu positivo e o meu irmão também. Vem do meu pai. A médica era totalmente contra eu fazer e disse que íamos ficar a pensar nisto o resto da vida, mas preferi saber. No fundo, não há como evitar nada, não há profilaxia possível para esta doença, fica apenas a informação que está lá e um dia se pode manifestar :/.
Tanta coisa que os nossos antepassados podiam nos ter deixado de herança... uma quinta no Douro, jóias seculares de família... sei lá, e ficámos nós e os nossos pais com isto.
Enfim, keep your head up, keep your heart strong!

Tim disse...

Acho que não sou capaz de fazer um teste desses

N. disse...

Um beijinho.

Raven disse...

Bom... como alguém que vem de uma familia cheia de essas coisas boas... sinceramente nunca me preocupei! O que tiver de ser, será! Faço exames com mais frequencia que outra qualquer pessoas mas é só isso. Não perco o sono pelas heranças geneticas nem acho que seja um problema. É o que é! Tantos que têm o gene e morrem atropelados, tantos que não têm herança nenhuma e morrem de cancro!

a n a a r q u i a disse...

que grande merda, L. por mais que seja só uma possibilidade, fica mais real quando tá no papel, né?! cruzo todos os dedos aqui pra tu e tua mäe. que vocês tenham força pra tomar a decisäo que for mais acertada pra vocês.

Valley of the dolls disse...

Ola!
Adoro teu cantinho, é a minha cara, sinto-me muito bem mesmo o ler o que escreves, e ja te sigo ah uns bons 5 anos, tenho acompanhado todo o teu percurso!
Es uma Valente!!!!!!

Parabens ;)

P.s Um dia vi-te na rua a passear julgo com o PeterPan e disse para mim :" olha lá vai a L das Horas!!"

Beijinhos!

L das Horas disse...

Oh Valley of the dolls que bom saber isso! Obrigada pelo carinho!

Que engraçado teres-me reconhecido... se foi com o PeterPan foi na era do cabeço rapado, não?
Beijinho