quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Desespero sobre 4 rodas

Hoje tive uma aventura desastrosa de carro.
Não, não foi nenhum acidente, graças a Deus, nem nada que se pareça.

Desde que saí da empresa onde trabalhava tem-me aparecido umas pontas soltas, que, embora não sejam da minha responsabilidade (mas sim responsabilidade da empresa) tenho que resolver, pois eu sou a técnica dos processos e se eu não fizer nada e os clientes vão ficar sem resposta... E eu, simplesmente, não me sinto bem se não os ajudar.

Hoje fui lá prós lados de São Domingos de Rana. Tinha de ir tirar fotografias a uma rua para poder fazer uma resposta para a Câmara Municipal. Meti a morada no gps e lá fui eu.
Aquilo é no fim do mundo, diga-se, nem que me pagassem morava naqueles bairros... Depois de ir dar a umas 5 ruas sem saída e ter que fazer inversão de marcha, cheguei à rua. Já lá tinha estado e não me parecia ser ali. Vi umas pessoas e fui perguntar.

"Oh menina, qual é o número da porta? É que a rua divide-se em duas, porque a autoestrada passa a meio..."

Lá disse o número, claro que era do outro lado.
Volto para trás, passo a ponte, os ecoponto à direita, mais duas ou 3 ruas sem saída e inversões de marcha (raio do bairro) e chego ao outro lado da rua. Estaciono.
Uma rua super larga. Não era aquilo que me lembrava. Saí do carro e fui até ao final da rua.
Não, não podia ser ali. Estava no sítio errado.
Vi um senhor e fui perguntar "Estou no Zambujal?"

"Não menina, isso é lá do outro lado. A rua tem o mesmo nome e eu até recebo cartas enganadas. Tem voltar por onde veio (sabia lá eu por onde tinha vindo...), chega ali àquele predio mais alto, vai à rotunda, corta à esquerda, anda sempre em frente, vai passar uma escola, volta a virar à esquerda, passa outra rotunda... blá, blá, blá e chega ao Zambujal. Percebeu o que expliquei?"

Disse que sim para não atrasar o senhor. Aliás ele podia explicar 1000 vezes que para mim era igual.
Meti-me no carro na esperança de passar do MEOdrive para o google maps e este levar-me à rua certa, no sítio certo.

Nada.
Os gps's não conhecem aquela rua no Zambujal.
Apeteceu-me chorar. 
Eu a ser boa para as pessoas, a desenrascar trabalho que não vou receber, a fazer kms e a gastar tempo e tudo estava contra mim.
Meti só Zambujal no gps. Vou para um sítio qualquer, pensei, e depois pergunto.
Chego ao Zambujal. Continuo nos bairros feios, sem urbanismo, com casas construídas sem planeamento. Continuo a andar e a tentar ver onde posso encostar para perguntar. Vejo a escola que o senhor falou e então continuo em frente (obrigada senhor). Quero muito encostar mas não há onde. E sempre carros atrás de mim. Mas vão para onde? Aquilo é o fim do mundo, pensava eu em desespero. Andei por ruas mesmo estreias, a subir e a descer e sempre os carros atrás de mim e zero sítios para encostar.
Subi uma rua íngreme e finalmente estacionei.
Estava praticamente a desistir.
Liguei à minha sócia (que me viria a salvar) a pedir para me dar, por favor, o nome de outra rua perto da que eu queria. Deu-me duas. 
"Em que rua estás tu?" pergunta ela para ver se me ajudava.


"Não estou a acreditar. Estou na rua que me acabaste de dizer" - disse eu.

"Então sai do carro que a rua que tu queres é mesmo aí a seguir". - disse ela.




E era.

6 comentários:

Love Adventure Happiness disse...

Que aventura... mas não desesperes, és boa pessoa!

Dona de Casa disse...

A tua aventura podia bem chamar-se "Perdida no Bairro"!!

i'mtalkingwithmyself disse...

meu pesadelo. odeio dirigir. e se näo sei pra onde vou e o gps me deixa perdida sou capaz de largar o carro e sair chorando... kkkkk. bom que encontrastes o caminho :)

Katarina Stamenkovic disse...

You have an amazing blog :)

Would you like us to follow each other? Let me know on my blog.
Have a nice day!
xoxo

http://badassvampire.blogspot.rs/

Jo disse...

"Cheira-me" que quase me podias ter pedido ajuda! :P

Joana disse...

Até eu fiquei com aflição ao ler isto. Eu consigo lidar com muitas coisas mas situações destas são o meu pesadelo. Ainda bem que a coisa se resolveu.