quinta-feira, 31 de março de 2016

A sério... - parte II

Há uns dias voltei a remarcar o almoço com o Peter Pan
Já esteve para ser um pequeno almoço, mas no dia desmarquei porque estava de ressaca.
Depois era para ter sido um almoço, mas eu não dei a certeza e no dia ele já não podia.
Está marcado para a semana.
Sinceramente, não sei bem o que vai contribuir para a minha infelicidade, mas estou a tentar fazer as coisas diferentes das últimas vezes. Não quero sentir ódio por ninguém. Estou, realmente, a esforçar-me.

Adiante.
Há 2 dias atrás estava no ginásio e PP manda-me mensagem a perguntar se estou em Lisboa.
Disse-lhe que sim e percebi que deveria querer que lhe fizesse algum favor.
O assunto era: ele estava no norte, tinha umas pulseiras para uma festa, vendeu-as no olx e tinham que se entregues hoje em mão, aqui em Lisboa.
Disse que lhe fazia o jeito, mas achei estranho pedir-me a mim, quando tem imensos amigos...
Ontem mandou as pulseiras por correio, chegaram hoje ao meu escritório.
Abro o envelope, confirmo a existência de 2 pulseiras.
Viro-as ao contrário e deparo-me com isto:


Pensei: "este gajo só pode estar a gozar comigo..."
Mandei-lhe logo mensagem com esta imagem a perguntar se havia novidades.

Entretanto, devia receber um telefonema da pessoa que vinha levantar as pulseiras. Já tinham passado 2h das hora combinada para ligar e nada.
Mulher que é mulher, começa a imaginar coisas.
Até tenho vergonha de dizer o que me passou pela cabeça, por isso não vou dizer.
Nem estava a perceber bem o que se estava a passar (foi quando escrevi o último post).
Situação mais estranha.
Mas a coisa ainda melhorou mais!

A meio da tarde recebo uma mensagem do suposto comprador:


WTF???
Peter Pan deve estar a viver noutra realidade que não a minha, só pode...



Respostas de PP às minhas perguntas:

1. Com tantos amigos, porque me pediste a mim? 
R: Porque tu já estavas habituada às transações...

2. Temos novidades?
R: O rapaz que me arranjou as pulseiras queria nomes. Eu dei o meu e disse para inventar o segundo...

3. ? (com a mensagem do comprador)
R: ahahahahahah

Não bate bem dos miolos.
E ficamos assim.
O almoço de 3ª promete.
Acho que me vou arrepender de fazer as coisas de forma diferente.

A sério...

Acontece-me cada coisa!
Quero ver o desenrolar disto... e amanhã logo vos conto a estupidez.

Música para os meus ouvidos

Mandei esta por mensagem.


Respondeu-me com esta.


Adoro a sonoridades deles. 
Faz-me dançar.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Conquista de território

Ontem cheguei a casa e deparei-me com isto. 
Alguém anda a tentar conquistar espaço...


Quero tanto mostrar como foi Amesterdão e não tenho tempo nem para me coçar... 
Mas foi mesmo giro!!!!

quarta-feira, 23 de março de 2016

Correio

Adoro receber cartas.
Hoje tinha uma e não estava à espera.
O remetente era o fotógrafo (gato) do casamento da minha irmã... 


Não há melhor para levantar o ego a uma mulher.
Obrigada.

Tomorrow, tomorrow...

Já vamos, Vera, já vamos!


Até amanhã.

terça-feira, 22 de março de 2016

E a mini maratona?

Eram 8.00h da manhã de domingo e o meu despertador estava a tocar.
Confesso que, normalmente, me é extremamente doloroso sair da cama quando tenho companhia cheirosa e quentinha.
Mas, no domingo, a vontade de cumprir o meu objetivo era gigante.
Deixei o homem e voei para a cozinha para preparar panquecas de frutos vermelhos.
Quam faz para um faz para dois e assim foi. 
Chamei táxi (via mytaxi óbvio) e voei para a estação para apanhar o comboio da ponte.
Esperei uns 5 min. pelas minhas amigas e lá fomos.


É importante salientar que esta foi a minha primeira prova de corrida da vida, isso se não contarmos com os corta-mato que fui obrigada a fazer na preparatória...
Tinha a expetativa bem alta, passar a ponte a correr, com vista linda e tal...


Só que não!!
A 5min. da prova começar tive vontade de fazer xixi.
Fui para a fila de um dos toitoi mesmo no início da ponte... Quando deram a partida ainda eu tinha umas 6 pessoas à frente. E as pessoas demoram tanto tempo a fazer o seu xixi! É desesperante...
Quando finalmente consegui  fomos para a partida.
Aquele imagem idílica de que seria lindo correr na ponte não corresponde à verdade.
A prova é mais uma prova de obstáculos do que outra coisa qualquer. 
Queria correr e não conseguia.
As pessoas vão a passear e não querem saber se há gente que quer correr.
As duas faixas exteriores são corredores de selfies.
Corri a ponte toda em cima do tabuleiro de metal.
É mau para correr, mas é melhor que tropeçar nas pessoas, nas crianças, nos carrinhos de bebé, nos cordões humanos a todo o comprimentos, nos pic-nics...

É a corrida mais parola que já vi.
Não percebo como é que ao fim de tantos anos a organização não divide a ponte entre: pessoas que querem correr e pessoas que querem passear.
Fui literalmente atropelada por um senhor que decidiu ir correr com o carrinho de bebé. Passou-me por cima dos pés. 

Conclusão: se algum dia voltar a ir, tenho de ir com mais antecedência, para poder estar na fila da casa de banho e ainda assim conseguir chegar à partida antes da corrida começar.


Tirando isto tudo, a prova correu bem. Corremos as 4 juntas até ao km4 e depois ficamos só duas até ao fim. Conseguimos fazer os 7km sem parar. 
A t-shirt da corrida era muito gira, ofereceram gelados no fim (não sei se feliz ou infelizmente calhou-me um calipo), bananas da madeira (verdes, mas ok...) e mais umas cositas.

De momento, já estamos focadas em continuar os treinos e inscrevermo-nos na corrida de S. Silvestre, que é no final do ano.
Gostava de fazer a do Porto.
Vamos ver.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Da saga: ir fazer análises a um hospital pediátrico


Trouxe brinde!


P.s. Mais uma recolha de sangue para os testes genéticos BRCA1 e BRCA2

sexta-feira, 11 de março de 2016

Vaidades e Progressos

No fim de semana fui ao Freeport e como de costume, trouxe alguma coisa da nike.
É quase impossível não o fazer.
Andava a namorar este top no site há imenso tempo.
Eu bem passei ao lado dos cabides, mas saltou-me à vista o dito cujo... aliás, saltou-me mesmo para os braços e eu fiquei sem saber o que lhe fazer. Dei-lhe uma oportunidade e fui experimentar.
Achei que era a coisa mais linda e que me ficava melhor dos últimos tempos.
Achei que tinha pago 25€ por ele, que já era um desconto de 50% relativamente ao site. Só 3 dias depois é que me apercebi que paguei 12,5€ (50% do valor marcado)... Melhor compra o ano!


Sou vaidosa ao máximo (isto no mundo fitness...)
Acho as minhas costas o melhor de mim.

Gosto de ver no corpo o esforço dos treinos, quem não gosta?
Este fim de semana ainda quero ir treinar para a mini maratona da ponte na rua e quero fazer mais um treino de musculação.
Haja vontade!
Bom fim de semana!

quinta-feira, 10 de março de 2016

Casamento em Sintra













Fotografado num dia dezembro, em Sintra, pelos fotógrafos doncelyalcoba.

Além de gostar das fotos, gosto do estilo. Do laço dele, do fato, do calçado dos dois, da tiara na cabeça, mesmo do vestido e das flores. 
E a barba?... Estou apaixonada por estas barbas. Ou só por umas em concreto...

terça-feira, 8 de março de 2016

E novidades?

Domingo fui jantar a casa de uma senhora na Costa do Castelo.
Fui de táxi, voltei de táxi.
Mr. Pannacota quis ficar na minha casa, enquanto eu fui e vim (e ainda bem que ficou, que me montou tudo o que havia para montar do ikea <3 sem eu pedir...)
Chamou-me o taxi via mytaxi (que é a aplicação que veio fazer face ao uber). O pagamento também foi ele que fez, já que seguiu a minha viagem toda (via aplicação) e porque se o pagamento for feito pela app, neste momento, tem 50% de desconto.
Era quase meia noite, mandei mensagem com a morada onde eu estava, para me chamar o taxi de volta. Respondeu-me que em 5min. estaria à porta.

Despedi-me, vesti o casaco e desci.
1 min. depois tinha o táxi à porta.
Entrei.
Taxista muito simpático, carro em bom estado, como é prática na mytaxi.
Estranhei não me ter perguntado pelo Mr.Pannacota, normalmente perguntam pelo nome do utilizador da app.

Entretanto o taxista diz:
"Estava na dúvida por onde devia entrar na rua, se por este lado ou pelo outro. E telefonei ao seu namorado e ele disse-me que o taxi não era para ele mas sim para si e que por isso não sabia qual era o melhor lado..."

...

sexta-feira, 4 de março de 2016

Coisas que gosto de ler

"O que o Amor nos permite é interromper a vida de vez em quando. É essa a sua maior vantagem, podermos dizer à vida que espere um bocadinho porque temos coisas mais interessantes para fazer, seja sexo, um passeio à beira-mar ou um abraço apertado.
(...)
Quando não Amamos ninguém estamos sempre a viver. Não é que viver seja mau, mas assim sem interrupções pode cansar um bocado. Aliás, sempre me pareceu que é a vida que estraga o Amor e não contrário. O Amor tenta ajudar a vida mas ela não costuma deixar. Depois trama-o."

quinta-feira, 3 de março de 2016

Sobre ontem




Mr. Pannacota sempre com bom humor.
Claro que a rua era a da minha casa... 

Diz que eu sou a ruiva e ele a machine.

quarta-feira, 2 de março de 2016

O Casamento em imagens

Depois de tanta preparação (em apenas 2 meses) o casamento da minha irmã saiu e foi um enorme sucesso. Acho que não podia ter corrido melhor. Superou completamente as minhas expetativas.

O tema, como já tinha dito, foram as viagens que eles fizeram nos dois anos que viveram do outro lado do mundo. Assim, arregaçamos as mangas e construimos tudo à volta disso.
O casamento seria uma viagem e os convidados os passageiros. 
Começamos pelos convites que eram semelhantes a bilhetes de avião e tudo o resto é o que se pode ver de seguida.

Aviões bem mais fáceis que o outro que me provocou um ataque de nervos...


Marcadores de mesa, ementas, pássros para os arranjos...
arroz cor de rosa (como fazer? fizemos a opçãp 3)
Mesa Melbourne
Mesa Chiang Mai (a minha)
O quadro da distibuição dos passageiros, que me deu um trabalhão! 
Não se vê, mas tem alfinetes espetados nos locais dos aeroporto e linhas a ligar aos passageiros
Pormenor da mesa dos noivos, com uma gaiola que encontramos perdida na quinta

Ainda não tinha visto o vestido ao vivo, nem os pormenores todos do mini véu, brincos e colar. E o cabelo... A minha irmã estava mesmo linda!

E a festa?
Não sei de onde veio o sol, depois da chuva e granizo torrenciais do dia anterior...

Vaidosas ao máximo...

Fomos as resistentes e fechamos a pista
Assim como o noivo e o irmão dele o padrinho mais gato,
que acompanhou a madrinha mais gata, eu...
Neste casamento foram os homens a acabar descalços
E o casulo do amor que preparamos com tanto carinho...
Tiveram que entrar à naifada ahahah


Foi tudo muito simples, mas tudo muito lindo.
A minha irmã adorou, o noivo também e eu também!
Tenho tantas fotos no telemóvel...