quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Preparar as tropas para a mudança...








Ou: como me preparar psicologicamente para mudar.

Disseram-me estes dias que as ruivas são as mais perigosas.
Será que vou ficar ainda mais?

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Sonhos (parte II)

E eis que continuo a ser fonte de inspiração para sonhos...
(mensagem transcrita)


"Bom dia!
Sonhei que tinhamos saido e por alguma razão tinhamos que passar em minha casa. Fazia frio mas ainda estava sol, por isso pode muito bem ter sido um destes dias. Quando estavamos a caminho reconheci aquelas ruas e percebi que a casa para onde iamos era outra que não a minha, era a casa onde cresci quando era miúdo. Estranhamente tu ias mais a frente e nisto, ao fundo da rua, vimos uma galinha.
Olhaste para mim e encolheste os ombros e eu comentei que maluquice seria aquela.
Logo a seguir vimos um javali. Depois uma vaca. Depois um urso. Depois começaram a vir dezenas de animais da floresta, da quinta, da montanha na nossa direção e nós sem perceber porquê começamos a rir e não paramos até chegar a minha casa, que não é minha mas que já foi.
Do resto não me lembro... mas de certeza que houve mais maluquice."


E não estamos a falar do mesmo senhor...

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Hoje é um dia bom.

Hoje acordei sonolenta.
Ainda por cima tomei um antiestaminico porque ando com umas mordidelas de bicho.
Apanhei o autocarro e fui a pensar na vida.
Há um ano e meio estava a começar a quimioterapia.
Hoje, dia 24 de novembro, injectam-me o último shot da saga #umshotde3em3semanasnãosabeobemquelhefazia. De repente, fui assolada por uma retrospectiva dos últimos 16 meses. Lembrei-me de todos os shots, das pessoas que me acompanharam, dos sintomas que tive, das transformações físicas, das boas e das más, das incertezas e das certezas, sempre com o pensamento de que melhor não poderia ter corrido. 
Acaba hoje.
Tudo o que é injetável acaba hoje. 
Hoje é mesmo um dia importante e eu estava sonolenta, mas já não estou. Até tenho um nervoso miudinho. 

Não parecem 16 meses, parecem 5 anos. Passou tanto tempo! Fiz tantas coisas! Mudei tanto! 
Mandei mensagem ao Peter Pan. Assim na paz. Só para partilhar o final da saga em que ele foi tão presente, mas que entretanto lhe perdeu o rasto. 

Hoje é um dia bom.

Vamos a isto.


Até tive direito a brinde!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Sexta feira é dia de...

Sexta feira costumava ser dia de deixar aqui gatinhos...
Ora vamos lá.

Mr. Ben Howard.








Benjamin John Howard
24 April 1987 (age 28)
London, England
Folk Rock
Singer - Songwriter
Guitar Percussion


Bom fim de semana!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Afinal somos 3 em casa

Esta noite acordei por volta das 6h, para ir à casa de banho. Abri o olho e tinha a luz de cabeceira acesa... "Bem, devo te-me esquecido dela ligada antes de adormecer..." - abro o outro olho e começo a ouvir barulho vindo da sala. "Mymate deve estar a falar ao telemóvel" - pensei eu.
Levanto-me calmamente, abro a porta do quarto e percebo que a tv da sala está ligada. "Afinal a mate não deve estar a conseguir dormir e foi ver tv" - pensei, ao mesmo tempo que me dirigi para lá. Qual não é a minha surpresa, que afinal a mate não está na sala a ver tv... Desligo-a, vou calmamente à casa de banho e volto a ir dormir.

Facto n.º1: tenho a certeza que apaguei a luz da cabeceira e a tv da sala, antes de ir dormir.

Facto n.º2: acordei novamente cansada. Jet lag + sonambulismo dá nisto.

domingo, 15 de novembro de 2015

Super relevante

Tenho duas coisas a dizer sobre a minha viagem a NYC/Toronto:


1. Durante 1 mês prometo comer saudável e sem qualquer doce;

2. Farei, pelo menos, 3 meses sem compras de roupa.


Foi a desgraceira total a estes 2 níveis.
(o top das pérolas deve ter sido a única coisa que gostei e não trouxe...)

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Duplamente Wine

Depois de ter tido exame no sábado e ter passado o domingo a fazer o trabalho do curso, achei que merecia um jantar no domingo.
Eram umas 17h, larguei o trabalho, fiz a depilação, tomei banho, vesti um vestido, calcei uns tacões, um bocadinho de make up e lá fui eu para o jantar.
Escolhi o By the Wine, por indicação de uma amiga e lá fui ter, à rua das Flores, com uma companhia excelente.
Fiquei encantada com o espaço, que embora seja bastante grande não é impessoal, mas sim muito intimista. Deixei-o escolher o vinho e a comida. Infelizmente não havia a nossa 1ª escolha, mas voltaremos numa próxima vez para experimentar.

As entradas estavam ótimas, a luz muito sedutora, conversamos muito nuns sofazinhos que escolhemos. Mandamos vir uma tábua de queijos, presunto, o pão estava morno e a carne muito boa.

Tínhamos pressa, mas eu não sabia porquê.
Às 21h tínhamos que estar na Av. da Liberdade, sem atraso.
Lá estávamos às 21:05, frente ao Tivoli.







Nunca tinha ido ao Tivoli.
Sentei-me sem saber o que ia ver.
Surpresa mais agradável não podia ser.
Iron & Wine 
Lindo e maravilhoso.



Para ouvir.

Hoje entrei de férias.
Amanhã: NYC baby!

Boa noite.