quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Show must go on - respondeu-me.

Hoje, uma pessoa que conheci há pouco tempo perguntou-me que objetivos tenho para vida.
Pensei um bocadinho e não me veio nada à cabeça.
Respondi assim:

"Olha... quando andava na faculdade achava que ia acabar o curso, começar a trabalhar como arquiteta, casar com o meu namorado de há 5 anos, aí quando tivesse uns 28 e aos 30 podia ter filhos.
Depois, cheguei aos 26. O trabalho na área era precário, as duas longas relações que tinha tido tinham terminado, por razões diferentes... e na altura pensei: ok, posso mudar de área, se esta não me satisfaz. Casarei lá para os 30 e aos 32 posso ter filhos.
Mais uma vez, cheguei aos 28 e tudo se alterou. Tinha a relação que achava ser 'a tal'. O cancro apareceu. Assinei finalmente um contrato de trabalho. E no fim disto tudo, fiquei sozinha, sabendo que ficaria impedida de ter filhos nos 5 anos seguintes.
Portanto, todos os planos que fiz não correram como imaginei.
De momento não tenho planos. 
Faço o que gosto.
Quero ser boa no trabalho.
Quero trabalhar o corpo no ginásio.
Quero poupar dinheiro para conhecer um país novo por ano.
Quero divertir-me. Jantar fora, ir a concertos e sair à noite.

Não planeio e deixo correr.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Para chorar


A minha bf acabou de me enviar isto. 
Diz que é pra eu me rir, mas na verdade, chorei de tanto rir!
Está mesmo muito bom!

Não é por nada, mas na última sexta saí e foi a loucura...
Tenho dito!

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

La Puttana

Vamos começar a odisseia Restaurantes de Lisboa.


Este La Puttana, experimentei-o em Julho, numa noite de semana, logo, muito diferente de uma sexta ou sábado. É um restaurante italiano, situado no Cais do Sodré, na nova zona de diversão noturna (e digo nova, não por ser novidade, mas por estar renovada). O espaço é bem pequeno, dispõe apenas de duas mesas corridas, o que à semana não é grande problema. O ambiente é muito giro e caraterístico. Gostei particularmente de nao ter montra / porta, já que no verão, a porta fica completamente rebatida e o restaurante aberto para a rua. Numa noite movimentada é capaz de não ser assim tão giro, mas na altura que foi gostei muito.

Os empregados bem simpáticos, a comida boa, nada de muito extravagante, mas ainda assim boa. Começamos com bruschettas, regamos com vinho branco da casa e ainda escolhi uma calzone.
Tudo bom, muito divertido, pois a companhia também era muito boa, e não pagamos nada de astronómico, muito enquadrado no preço deste tipo de rastaurante lisboeta (se não me falha a memória andou pelos 15€ a cada).





Para verem mais fotos, façam o favor de clicar aqui.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Pérolas

Ontem fui fazer um levantamento a dois apartamentos. 
Levei comigo um designer que nos vai fazer os interiores.
Cheguei ao andar, 3 portas. 
Já lá tinha ido, mas os meus nerónios queimados não me ajudaram.

"Oh Paulo, não tenho a certeza de quais os 2 apartamento... já cá estive, mas não me lembro. Tenho quase a certeza que esta porta é de um deles."

Pego no molho de chave e começo a tentar enfiar chave a chave na porta, aquele que eu tinha a certeza que seria um dos apartamentos em questão.
Experimentei uma, duas, três... e de repente, a porta abre-se e fica a olhar para mim um rapaz, de boxeres e tronco nú...


" Bom dia. Desculpe, acho que me enganei... sabe se os outros dois apartamentos estão livres?"


Claro que os outros dois apartamentos estavam livres...
O designer fartou-se de rir.
Disse-me que devia ir jogar no totoloto...


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Mofo

Já recebi queixas por causa do abandono deste espaço.
Realmente, quando cá entrei, senti o cheiro a mofo.

Na verdade,  os últimos acontecimentos importantes da minha vida alteraram aqui o funcionamento do meu cérebro. A coisa não anda muito fácil (também não esperava que o fosse) e não tenho tido a minha boa disposição habitual. Daí, também não me tem apetecido escrever. Nem ler. Até já me dei conta que deixei passar coisas importantes! Vera, desculpa!
Por outro lado, também não tenho tido muito tempo. O trabalho anda a 1000, o ginásio também me rouba muito tempo, tenho andado mesmo ocupada com jantares, saídas, programas com amigos.
Devia aproveitar e escrever as minhas rubricas sobre os sítios onde tenho ido.

Vou fazer um esforço mental.



Hoje é dia de avaliação no ginásio e mudança de treino.
Estou empolgada!
Os resultados têm sido bastantes bons e quero continuar a melhorar.


Até já.