segunda-feira, 29 de junho de 2015

Viagens matinais

Vai à minha frente no autocarro um velhote com o jornal aberto das páginas sexy hot, com uma quadrícula de mino fotografias. A mulher vai de frente para ele, ao meu lado, e pergunta:

"Isso é tudo gente que morreu? 

Não... - disse ele.

Deve ser algum concurso... 

É, é..." - volta a responder, enquanto vira a página.



Bom dia com bom humor!

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Elas andem aí

Uma tal de Cláudia, diz que é famosa, postou nas redes sociais uma fotografia com o meu mr.Bono.
Não hei-de eu ir todos os dias a correr para o ginásio...




terça-feira, 23 de junho de 2015

Milagre da quimioterapia

Quem acha que a quimioterapia só mata o pequeno verne, enganou-se!
O que vos venho hoje contar aconteceu, mas não está verificado cientificamente.
Ora atentem bem:

Há um ano atrás quando fiz a última avaliação no ginásio, era composta por (sensivelmente) 23% de massa gorda. Em 6 meses de musculação tinha conseguido baixar 4%, o que era ótimo.

Entretanto, pequeno verme apareceu, deu a volta à minha vida e fez-me levar (não só mas também) com uma quimioterapia potente de 8 sessões, não é novidade e já toda a gente sabe. Como eu sou teimosa, não deixei a musculação e ofereci ao meu pequeno verme muitas endorfinas, pra ver se ele bazava de vez. Ainda assim, não fui tão assídua como o normal. Óbvio.

Quando voltei em força, já lá vão 2 meses, voltei a fazer a avaliação.

"Não, pode ser" - dizia o meu treinador. "Acho que a máquina está avariada, vou ter de falar à coordenadora."  

A máquima marcava 14% de massa gorda! Eu também achei que a máquina não estava boa...


Passaram estes 2 meses, de bastante treino, confesso. 4/5 vezes por semana é bem mais do que o que eu fazia antes do meu pequeno verme.
Há uma semana atrás voltei a fazer a avaliação.

Enquanto o papel saía da máquino, o meu coração pulava forte. 
"Então mestre? Quanto é que isso deu?"

"14% L. das horas. Isto afinal estava bom." - e pesou-se ele, para ver se batia certo. E batia.


"Mestre, isto é o milagre da quimioterapia!"






Pelo sim pelo não, inspirem-se e mexam esses rabos!

quinta-feira, 18 de junho de 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2015

E sobre Barcelona...

Cañas.
Tapas.
Praia.
Noitadas.







E cañas.







Acho que ontem ainda estava de ressaca.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Sabem que mais?

Tenho estado de mau humor, o que não é habitual, mas a vida não é sempre cor de rosa.
Por isso, adeuzinho e até para a semana.


Vou à cidade do Gaudí desanuviar as ideias.

sábado, 6 de junho de 2015

Manhãs novas

Que bem que sabe acordar com música de manhã. 


É oficial, depois de mais de 2 anos de aventura, a minha irmã voltou!! 
Acabou a casa silenciosa. 
E é bom!

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Longas conversas para levantar o ego

Passo meses ansiosa, à espera dos dias das consultas com o meu cirurgião. São as consultas mais fixes do mundo. Hoje vim cá. Chamou-me com hora e meia de atraso. Mal entrei, com o meu super sorriso disse-lhe: 
"Dr. estava a ver que se tinha esquecido de mim!
"Eu nunca me esqueço de si L." Respondeu-me com um sorriso tão grande quanto o meu. 

Sentei-me. Perguntou-me logo como estava e se já tinha acabado os tratamentos todos (com exceção do comprimido diário). Disse-lhe que não, que só acabava as 17 sessões de imunoterapia em novembro e que no dia depois de acabar ia para Nova Yorque e Toronto. Levantou o sobrolho, olhou por cima dos óculos e disse "consigo é sempre tudo ao máximo, até os tratamentos. Nova Iorque e Toronto são duas cidades que adoro! Vamos já marcar consulta para depois da viagem para me contar como foi."  - e ficamos a falar sobre as cidades.

E a radioterapia, quando acabou? Ficou muito queimada?" 
Disse-lhe que nem vermelha tinha ficado, que não tinha custado nada. Largou uma gargalhada e disse "não acredito, mostre lá."  - olhou para a minha mama e ficou maravilhado eheheh! "consigo é tudo fantástico, sabe que é a minha doente... " - e levou a mão ao coração.
Ainda lhe disse " Dr. a cicatriz está fantástica, não está?" - Ele diz que é mérito meu. Eu digo que é 50/50. E pronto, engraxamo-nos um ao outro.

Mais para a frente na conversa perguntei-lhe se me tinha cortado músculo, quando me tirou o gânglio sentinela da axila, pois tenho sentido alguma pressão em exercícios de alongamento do braço.
Explicou-me o procedimento, e diz que não cortou, mas levantou o musculo e ainda deve estar a cicatrizar. É normal sentir a pressão.

"Sabe que eu agora faço muitas flexões." - levou as mãos à cabeça a rir-se. Voltei à carga: "Acha que não devia fazer?"
"Oh L. consigo é assim, se você diz mata, eu digo esfola! Continue com essa fisioterapia de flexões."


Antes de me vir embora ainda perguntei:

"Tem ido ao cinema?" - respondeu que não. "Então vá ver o Mad Max, que a Charlize Theron tem um cabelo igual ao meu e o filme é fixe."
"Então vou mesmo ver. Mais que não seja para dizer que conheço a atriz proncipal."



Bom fim de semana!

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Terapia

A conversa, na fábrica, na ficou por ali, não.
Depois do meu: "4 anos???E depois ter logo filhos?"  e de lhe dizer que estava maluco, que nessa altura já ele estava a caminho dos 40 anos... ele lá me disse que se tinha enganado na conta e que eram só 3.

"Só 3? Estás a gozar?" - haviam de ver a minha cara de admiração e a dele de aflição.


Tenho um homem muito medricas. Medricas e acomodado, que a vidadinha de gajo solteiro com namorada noutra casa é cómoda. Não tenho dúvidas.
mr.Bono já teve duas experiências que correram mal, mas, não é à terceira que é de vez?
Ouvi dizer que sim.


Quando chegamos à cheesecake o acordo já era de voltarmos a falar neste assunto em setembro. Sim, o próximo setembro, por variadíssimas razões. 
Daqui a 3 meses, portanto.



Ontem zanguei-me com ele.
Foi a sério.
E foi a 1ª vez em mais de 2 anos.
Ficou de castigo.
E ainda está.
Até ver.

E eu fui para o colombo, sozinha, fazer terapia.