terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Eu vivo no Bairro.

Eu vivo no Bairro. 
Não é um bairro qualquer, é o Bairro Alto.
Toda a gente conhece o Bairro. 
Toda a gente já foi ao Bairro. Beber um copo ou dar uma volta.
Nem sempre está associado a coisas boas.
Nem sempre está limpo, especialmente à sexta e sábados de manhã cedo.
Associa-se o Bairro a noite, bebedeiras e barulho.


Mas, de dia o Bairro também existe.
E tem relações de vizinhança que pensei não existirem em Lisboa.

Ontem ia na rua, a caminho de casa.
Passei pela senhora da padaria e ele fez-me um sorriso tão aberto! E juntou-lhe um olá. Nunca a tinha visto fora do trabalho e nunca a tinha visto ser tão simpática.
Acho que já faço parte deste Bairro.
E gosto disso.

18 comentários:

Inspired disse...

Eu não conheço o Bairro! :P

Eu adoroooo essas relações de vizinhança!

disse...

Que giro :).
Eu tenho uma falha imensa que é nunca ter ido ao Bairro Alto :(. Tenho de resolver isso :)

Sem Jeito Nenhum Blog

Doyle disse...

O engraçado é que quando eu frequentava a noite do Bairro, nos tempos de faculdade, lembro-me de pensar para comigo..."este bairro de dia deve ter um encanto especial". E afinal não me enganei :)

Maria disse...

é tão bom quando nos fazem sentir em casa :)

Marta disse...

Conheço o Bairro de noite e de dia. Passei ai maior parte da minha juventude e ainda hoje, é local onde me encontro com a malta.
É bom viver no centro da cidade, eu pelo menos, ADORO!

PinUp Me disse...

Adoro o Bairro Alto, de dia e de noite!

Alexas disse...

Uma curiosidade: Nas noites de fim-de-semana tens noites tranquilas? lol ..Sempre foi uma questão que coloquei a mim mesma sobre quem vive no Bairro! Confesso que gosto do Bairro durante o dia, tem a sua magia e característica própria e histórica (que de noite já não se nota tanto)

L. das horas disse...

Sim, consigo dormir, porque não vivo exatamente nas ruas de bares. Na minha rua não há bares, nem nas que com ela cruzam. Estou a 1min. a pé dos bares, mas suficientemente longe para dormir. Por vezes acordo com as pessoas a passar na rua aos berros, à hora do Bairro fechar, mas é pontual.

Opinante disse...

Eu nunca fui :O
E o meu marido não quer voltar porque da última vez ia levando uma facada - medo!
Mas acredito que seja mágico :D

Catarina disse...

Nunca fui ao Bairro (Alto) nem de dia, nem de noite. Mas de dia deve ter um encanto de aldeia pitoresca, onde as pessoas ainda conseguem ser afáveis umas com as outras :)

Ana Rita Moreira disse...

É bom nos tempos que correm de stress e individualismo ainda existir esse sentimento de "bairrismo" em todo o bom sentido da palavra :)

R de Rita

Magda Carvalho disse...

Ainda não tive tempo de ir conhecer o bairro alto mas quero imenso ir conhecer.
Adoro imenso as vivências dos bairros.
Bjs

Janny disse...

eu nunca fui ao teu bairro :(

Moa disse...

Isso é muito bom!:)

Mrs. BlueBerry disse...

Moro perto de Lisboa, estudei durante muitos anos aí mas por acaso nunca fui aí, as noticias na altura não eram as melhores!

agatxigibaba disse...

Não percebo o mito de que em Lisboa não se conhecem os vizinhos. Claro que há gente antipatica, mãe isso penso que ocorra em todo o lado. No meu caso, enquanto vivia em Lisboa, estabeleci sempre relações (ainda que simples) com alguns vizinhos. E o Bairro é lindo, já tenho saudades :)

aNaMartins disse...

assim é bom, e vives num sítio onde tudo pode acontecer! :D

raparigamoderna disse...

Ainda bem q nao ficas perto dos bares ihihihi
Eu amo Lisboa!!!