quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ontem no metro...

... de manhã cedinho, comecei a ouvir a latinha de um dos senhores cegos que todos os dias percorrem as carruagens do metro. Quem anda de metro sabe, certamente, de quem falo. Há um rapaz mais novo e magrinho (que faz um rap ao som da lata, do varão e da baqueta) e um senhor mais velho e gordinho. Pois, então, era este último.

Lá vinha ele, todo lampeiro a pedir:
"A vossa moeda tenha a bondade..."

Desta vez, havia outro senhor cego no metro, mas um senhor que ia para o trabalho ganhar dinheiro, em vez de o pedir.
Sei, porque já o vi mais vezes, de pastinha, àquela hora.
Senti a vergonha e revolta que de repente se apoderaram do seu rosto, enquanto abanava negativamente a cabeça e a levava de encontro ao varão a que se segurava.


São escolhas. Numa altura em que é dificil para toda a gente, uns esforçam-se, outros nem por isso.


3 comentários:

MissApuros disse...

Infelizmente é a realidade deste pais :S

Ben disse...

É quando sentimos na pele a vergonha que o nosso semelhante devia ter, mas não tem !

NaRiZiNhO disse...

atenção que esse que faz rap
é mal educado... já vi cenas dele que só me apetecia mandar-lhe duas chapadas.

é pobre e mal agradecido.

nos primeiros tempos em Lisboa ficava com muita pena das pessoas que pediam, mas fui tanta vezes enganada por pedintes que a dada altura nunca mais dei.